Filipe Azoia, coordenador da área de Direito da Saúde, fala sobre a mudança de paradigma no modo de utilização e aquisição das tecnologias de saúde, nomeadamente medicamentos e dispositivos médicos, com o objectivo de obter ganhos em saúde.

Destaca as alterações legislativas que mais impacto e implicações têm acarretado para os profissionais e agentes do sector da saúde bem como para a população em geral, exemplo disso é o Sistema Nacional de Avaliação de Tecnologias de Saúde (Si-NATS).