27.07.2016 in ILO – International Law Office

Filipe Azoia, sócio coordenador da área de Direito do Trabalho, redige artigo de opinião, publicado na Employment & Benefits Newsletter da prestigiada publicação internacional, ILO – International Law Office. No artigo, o especialista em Direito do Trabalho, aborda um processo nacional, cujo “Tribunal considerou que os dados obtidos pela empregadora com recurso ao aparelho de GPS para conferir a quilometragem percorrida por um trabalhador em confronto com os dados transmitidos pelo próprio, são lícitos”.